Seu Browser esta com problemas de leitura de javascript!

Atento ao crescimento da produção nacional, da população e da conseqüente demanda por transporte de cargas e de passageiros, o governo federal vai investir até 2025 cerca de R$ 200 bilhões na malha ferroviária nacional.

O transporte ferroviário de passageiros é uma necessidade que se impõe, tendo em vista a sobrecarga das rodovias e a busca por um transporte de menor custo, que apresente significativas vantagens para o bem estar da população, para a conservação de energia e a preservação do meio ambiente.

Em novembro de 2012, foi realizado na ANTT o Seminário de Trens de Passageiros que reuniu as entidades representativas desse segmento de transportes e inspirou a criação do GT de Trens de Passageiros, com objetivo de dar  continuidade às ações sobre o tema com o envolvimento dos principais atores do setor. Clique aqui e veja o conteúdo do Seminário.

Assim, a  ANTT criou por meio da Portaria 266/2013, de 18 de março de 2013, o Grupo de Trabalho (GT), visando à proposição e realização de estudos que possibilitem incrementar a participação do transporte ferroviário de passageiros no Brasil, utilizando-se da malha ferroviária existente e das futuras concessões resultantes da nova malha que está sendo construída.

 Para a realização dos estudos o GT  contará com a colaboração de servidores de outros órgãos da Administração Pública, bem como representantes de empresas concessionárias e de entidades de usuários, da indústria e outros setores afins, que formarão o Conselho Consultivo do GT.

O desafio deste GT é nobre, pois a atual exigência de mobilidade entre as regiões metropolitanas e importantes aglomerados urbanos no País remete à necessidade de soluções que envolvam o transporte de passageiros sobre trilhos e todo o esforço necessário para que se chegue à consecução deste objetivo será empreendido.

 

Objetivo

Elaborar diagnósticos e propor ações que possibilitem incrementar a participação do transporte ferroviário de passageiros no Brasil, utilizando-se da malha ferroviária existente e das futuras concessões resultantes da nova malha que está sendo construída.

 

Princípios

  1. Incorporar iniciativas com perspectivas de longo prazo;
  2. Buscar a integração do Transporte Ferroviário de Passageiros com o Transporte Urbano;
  3. Incentivar a utilização de tecnologias renováveis;
  4. Incentivar a produção de equipamentos no país.

 

Metodologia de Trabalho

  1. Reuniões semanais com o GT;
  2. Reuniões bimestrais de informação, consulta e acompanhamento com o Conselho Consultivo do GT (CCTP);
  3. Reuniões técnicas;
  4. Workshop temático;
  5. Plano de comunicação;
  6. Registro de atas de reunião;
  7. Elaboração de Relatórios Parciais;
  8. Elaboração do Relatório Final.

 

Estrutura

I- Coordenação: composta de um coordenador e um vice-coordenador;

II - Conselho Consultivo do Grupo de Trens de Passageiros – CCTP;

III - Subgrupos e subcomissões; e

IV - Secretariado.

 

 

 

 
Agência Nacional de Transportes Terrestres





Setor de Clubes Esportivos Sul - SCES, lote 10, trecho 03, Projeto Orla Polo 8 - Brasília - DF
CEP: 70200-003 : : CNPJ: 04.898.488/0001-77
Fale Conosco: 0800-610300 : : Email: ouvidoria@antt.gov.br