Acidentes


É realizado constantemente o monitoramento de “pontos Críticos” com tratamento estatístico e estudos multidisciplinares de acidentes.

São constantemente identificados os trechos da Rodovia em que existem riscos iminentes de desabamentos ou graves comprometimentos à infraestrutura rodoviária e os locais críticos de acidentes de trânsito e é realizada avaliação precisa do tráfego atual da Rodovia, incluindo um plano de controle e monitoração do tráfego.

Algumas das ações desenvolvidas e investimentos realizados com a finalidade de reduzir a quantidade e a gravidade dos acidentes, corrigindo as inconformidades detectadas, são:

  • Implantação de passarelas;
  • Regularização de acessos;
  • Limpeza e liberação de pistas;
  • Implantação de dispositivos de segurança;
  • Recuperação, conserva e manutenção de pavimento e sinalização;
  • Socorro médico e mecânico;
  • Monitoramento 24 horas das pistas;
  • Campanhas educativas;
  • Entre outros.

O número de óbitos ocorridos nas rodovias federais reguladas pela ANTT apresentou queda de 25% no período entre 2015 e 2019.

Além da redução de acidentes, resta evidente a redução de sua gravidade, especialmente do número de óbitos, nos primeiros anos após assinatura de um contrato de concessão.

Por exemplo, na 2ª Etapa de Concessões (contratos assinados entre 2008 e 2010), no período entre 2011 e 2015, houve uma redução de 29% no número de óbitos, enquanto que, nas rodovias da 3ª etapa de concessões (contratos assinados em 2013 e 2014), essa redução foi de 27%, no período entre 2015 e 2019​.